170 ANOS FORMANDO MÚSICOS DE EXCELÊNCIA

OSUFRJ entre os maiores espetáculos de 2016

0
0
0
s2sdefault

Mais uma vez um conjunto da Escola de Música da UFRJ participa da lista dos dez melhores concertos da temporada 2016 elabora pelo jornal O Globo. Apresentada sem cenário pela Academia de Ópera Bidu Sayão, com a Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ) regida por Priscila Bomfim, a montagem da ópera “Serse”, de Händel , foi agraciada pela tradicional premiação do periódico carioca.

 

A ópera encenada em maio foi a primeira produção da Academia, que foi fundada no ano de 2015 como espaço de formação para jovens artistas líricos no repertório operístico. As récitas tiveram como solistas Beatriz Simões, no papel-título, Lara Cavalcanti, Cíntia Graton, Rafaela Fernandes, Michele Menezes, Luisa Suarez, Flávio Mello, Cícero Pires e Patrick Oliveira.

 

  Foto:Divulgação
  serse
   

A Academia de Ópera Bidu Sayão do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, que se inspira em experiências semelhantes de grandes teatros de ópera do mundo, tem por objetivo proporcionar qualificação profissional para cantores, especialmente voltada para o repertório operístico. Isso se dá através do sistema de residência artística de até dois anos de estudos vocais, cênicos e musicais. As atividades desenvolvidas incluem aulas, masterclasses, estudo de repertório, ensaios e concertos, com trabalho focado na expressão musical e dramática. Os alunos participam das produções da temporada do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, assim como de espetáculos especialmente produzidos com finalidades artísticas e pedagógicas, realizados com piano ou orquestra. Seus integrantes são selecionados através de provas anuais. A Academia homenageia a maior cantora lírica brasileira, cuja carreira internacional a levou aos mais importantes palcos do mundo, com especial destaque para o Metropolitan de Nova York, onde foi uma das mais aclamadas sopranos de sua geração. A coordenação do projeto é do tenor Eduardo Álvares e conta em seus quadros com profissionais do Corpo Artístico do Theatro Municipal, como também com a participação de convidados. A pianista e regente Priscila Bomfim é a maestrina preparadora, o bailarino João Wlamir é o responsável pela preparação e expressão corporal e Bruno Furlanetto, chefe da Divisão de Ópera, pelos estudos de história da ópera.

dezembro   2018
DOM SEG TER QUA QUI SEX SAB
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Próximos eventos

There are no up-coming events

Correspondência

Escola de Música da UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

+55 21 2532-4649
gabinete@musica.ufrj.br

Redes sociais