170 ANOS FORMANDO MÚSICOS DE EXCELÊNCIA

Aluno da EM é finalista em concurso internacional

0
0
0
s2sdefault

A Escola de Música da UFRJ esteve representada no XVIII Concurso Internacional de Canto Lírico "Voces del Mundo en Trujillo", realizado em novembro, na cidade de Trujillo, no Peru. Único em seu gênero na América Latina e um dos mais importantes do mundo, o concurso tem como objetivo apoiar as carreiras de jovens cantores, incentivar seu desenvolvimento artístico e pessoal e aumentar o conhecimento e o interesse pela ópera e o canto lírico. A competição, de caráter profissional, consta em cantar ópera clássica (ópera, oratório, música de concerto) dentro da linha seguida por outras grandes competições internacionais.

  Fotos: Divulgação
  zluizfarh2015x600
   

 

Luiz Henrique Ramos, bacharel em piano pela Escola de Música e, atualmente, mestrando em Práticas Interpretativas, do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRJ, sob orientação de Midori Maeshiro, foi um dos finalistas nessa 18ª edição. Ele, que estuda canto lírico com Heliana Farah, sua professora há cerca de 2 anos e que lhe preparou para o concurso, se apresentou acompanhado pela pianista Juliana Coelho, também bacharel em piano pela Escola, e foi regido pelo maestro espanhol Carlos Aransay. Para Luiz, participar de um evento deste porte foi bastante enriquecedor para sua carreira e aprendizado ao proporcionar um "contato com uma cultura diferente, com pessoas diferentes, com cantores de toda a América Latina e da Europa", e que lhe permitiu conhecer "diferentes tipos de técnica, formas de pensar a música e de encarar a performance musical". Ressaltou ainda a importância de se levar o trabalho da Escola de Música para fora do país a fim de que se conheça a qualidade do que é produzido aqui e que haja a troca de experiências. Segundo Heliana Farah, sua extensão de voz, baixo, é um tipo muito difícil para concursos e a boa colocação alcançada por Luiz é resultado de muita dedicação e confiança mútua entre professora e aluno. Farah, que ministra as disciplinas História da Ópera e Oficina de Ópera e Técnica Vocal na Escola de Música, comemora, explicando que "Manuel Garcia II, maestro e teórico do século XIX, dizia que eram necessários 2 ou 3 anos para se construir um cantor", e foi isso que ela conseguiu com Luiz. "Afinal, toda minha pesquisa é o resgate dos padrões do século XIX, quando a ópera ainda era uma arte viva".

 

 

dezembro   2018
DOM SEG TER QUA QUI SEX SAB
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Próximos eventos

There are no up-coming events

Correspondência

Escola de Música da UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

+55 21 2532-4649
gabinete@musica.ufrj.br

Redes sociais